Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts

Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts

RPG Hogwarts
 
InícioCalendárioFAQBuscarPDMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Há vagas disponíveis para o Ministério, confiram em Cargos e Funções

Vaga abertas para professores de 2° Ano. - Confira em Cargos e Funções

Atenção, todos os alunos do 1° ano, mandem suas corujas para a diretora para confirmar sua inscrição no grupo.
Novatos direcionem-se direto ao chapéu seletor.

O Profeta Diário já se encontra no portal! Não deixem de conferir!


Compartilhe | 
 

 Cabine número 2

Ir em baixo 
AutorMensagem
Helga Hufflepuff
Administradores
Administradores
avatar

Idade : 27
Localização : Londres
Mensagens : 132
Data de inscrição : 19/11/2013

MensagemAssunto: Cabine número 2   Seg Dez 02, 2013 1:24 pm

cabine 02
Onde deveriam ficar as cabines dos alunos da sonserina se encontram mesas quadradas de cor escura colocadas em fileira, com bancos em volta, acolchoados com um veludo verde escuro, com espaço para duas pessoas em cada banco, totalizando quatro pessoas em cada mesa – o que é sempre muito difícil de se ver sempre completa, já que os alunos são bastante mal encarados e pouco conversam . Na ponta de cada mesa há o brasão da sonserina . De uma ponta a outra do vagão fica cravada no teto a imagem de uma cobra. O local é pouco iluminado, com as janelas sempre fechadas e o auxílio de algumas velas durante o anoitecer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Viktor F. R. Windsor
Adultos
Adultos
avatar

Idade : 22
Localização : Nunca se sabe.
Mensagens : 50
Data de inscrição : 22/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: 1° Ano
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: Cabine número 2   Qui Dez 12, 2013 2:59 pm



>> Inside The Train <<
Que a viagem seja Rápida!
Train Fact: I don't like it, a lot of people in such a small place.


Carrego uma maleta em minha mão e minha varinha dentro de minhas vestes simples de Hogwarts. Era terrível ter que dividir o trem com tanta gente, porém era uma maneira confortável de ir a escola de magia e bruxaria e eu não fiz objeção a isso, apenas queria que meu pai mantesse distância de mim, e eu consegui isso graças à presença de algumas outras pessoas de minha família que estavam lá que eu nem dei a mínima, mas agradeci mentalmente por manter o Mick longe de mim.
Quando eu entrei no trem, fui andando pelos vagões notando uma ligeira falta de espaço para que eu caminhasse normalmente sem desviar dos alunos que ali estavam. Não sorri nem expressei nada em minha face enquanto eu andava por eles, notando que muitos deles eram trouxas, alguns não sabiam nem mesmo quem era os seus pais, o que era realmente desprezível. Enquanto eu passava por uns alunos um pouco mais felizes do que o normal, esbarrei com indiferença em um aluno e para minha total surpresa minha sobrinha Lyra o estava acompanhando. Fora ela que anunciou o nome dele, dizendo para o mesmo que era para me ignorar e pelo jeito o nome dele era Allan.
Sentei-me na cabine número 2 observando que estava vazia, mas já me preparando mentalmente para a chegada de outros alunos. Me isolo perto da janela e fico passando meu baralho de uma mão para a outra fazendo acrobacias e lembrando-me da expressão de Lyra ao me ver embarcar no trem e notar que ela estava acompanhada do bruxo, se é que posso chamá-lo assim.

Looking through the life's mirror and nothing.

Will you go?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Viktor F. R. Windsor
Adultos
Adultos
avatar

Idade : 22
Localização : Nunca se sabe.
Mensagens : 50
Data de inscrição : 22/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: 1° Ano
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: Cabine número 2   Sab Dez 14, 2013 9:36 am



>> Inside The Train <<
A viagem mais looonga da minha vida!
Train Fact: If there's someone talking, simply go there and kick their doors.


Continuando a viagem eu estava entediado e completamente inquieto. Quando percebi que o trem há uma certa distância do seu ponto de saída inicial estava cheio e minha cabine ainda estava sem ninguém, comemorei para mim mesmo silenciosamente. Mas era óbvio que o meu silêncio iria ser quebrado, na verdade ele já estava sendo quebrado várias vezes, parece que havia pelo menos umas 47 pessoas na cabine ao lado, eu deduzi pelo tanto que eles falavam. Peguei um de meus livros e comecei a folheá-lo tentando me concentrar, mas era tragicamente impossível realizar tal feito.
Após reler a mesma frase umas sete vezes eu fecho o livro em frustração e olho pela janela para saber por onde estava passando o trem neste momento e indagando porque raios e trovões ninguém tinha pensado ainda em colocar uma lareira de passagem de pó de flu dentro do castelo para que os alunos não precisassem fazer esta viagem incrivelmente longa, demorada e para a minha sorte barulhenta. Devido às minhas aulas de geografia eu reconheci o local por onde eu estava passando, com certeza era a Irlanda. Um dos meus sonhos era jogar rugby no time da casa e eu ainda iria realizá-lo, apesar de pequeno um dia eu iria crescer e eu sempre fui muito ligado à esportes tanto bruxo quanto trouxa. Esperava me dar bem no quadribol em Hogwarts, apesar de minhas falhas tentativas de voar na vassoura de minha mãe.
Uma mulher engraçada passou no corredor vendendo doces e guloseimas e até que era uma ótima ideia naquele ponto da viagem. Comprei alguns doces, balas e sapos de chocolate, além de sanduíches de pele e ranço de gnomos floridos e até um tipo de energético bruxo feito de laranjas da Escandinava e taurina de tauras pertinentes do sul, pelo que li no rótulo da embalagem. Dei uma mordida em meu sanduíche e bebi um pouco daquele líquido arroxeado da garrafa miseravelmente pequena. Após comer a metade do lanche e enjoar, jogo fora os papéis e tudo mais que devia ser jogado na lixeira. Degusto alguns chicletes bombásticos enquanto guardo o livro que tentara ler previamente e observo uma carta de minha mãe posta em um dos compartimentos da maleta. "Deixarei para ler em Hogwarts, já estou ficando cansado dessa viagem para ficar lendo coisas que sei que vão me irritar." Fecho a maleta e devolvo-a para o seu lugar.
Como sobrara muito espaço em minha cabine e eu estava querendo que a viagem acabasse logo, deitei-me em um lado do local usando meu casaco como travesseiro e apaguei as luzes da cabine, fechando os olhos bem devagar para cair em uma soneca. Quanto mais você quer dormir, menos você consegue. Uma conversa sobre doces me desperta e eu abro a porta da minha cabine, vou até a cabine movimentada ao lado e dou um chute na porta par que eles fiquem quietos. - Vocês não estão sozinhos neste vagão não, e pelo que sei isto não é feira de peixe!  ¬¬ Volto para a minha cabine piamente, sem dar ouvidos se eles falaram ou não alguma coisa de mim. Pego meus fones de ouvido e ligo o MP3 no máximo, voltando a apagar as luzes da minha cabine que eu achei atraente chamar de "particular" e deito sobre o meu casaco, fechando os olhos.
A penny for your thoughts but a dollar for your insides.

Do you lie?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Viktor F. R. Windsor
Adultos
Adultos
avatar

Idade : 22
Localização : Nunca se sabe.
Mensagens : 50
Data de inscrição : 22/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: 1° Ano
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: Cabine número 2   Seg Dez 16, 2013 8:45 am

Saio dali imediatamente na hora em que o trem chega em hogsmead e vou para hogwarts.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Cabine número 2   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Cabine número 2
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [REGRA] Mero Mero no Mi
» Cabine nº 02
» Cabine nº 01
» DEFCON 4: O novo, o velho e a justiça
» [JUTSUS] Fuuma Ichizoku

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts :: Estação de Hogsmeade :: Expresso de Hogwarts :: Segundo Vagão-
Ir para: