Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts

Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts

RPG Hogwarts
 
InícioCalendárioFAQBuscarPDMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Há vagas disponíveis para o Ministério, confiram em Cargos e Funções

Vaga abertas para professores de 2° Ano. - Confira em Cargos e Funções

Atenção, todos os alunos do 1° ano, mandem suas corujas para a diretora para confirmar sua inscrição no grupo.
Novatos direcionem-se direto ao chapéu seletor.

O Profeta Diário já se encontra no portal! Não deixem de conferir!


Compartilhe | 
 

 O Bar do Caldeirão Furado

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Dom Jan 05, 2014 11:25 pm


O Reencontro
Aparentemente minha indagação o havia pego de surpresa, mas ele negara estar interessado pela mulher atrás de mim. Uma onda repentina de alívio tomou conta de mim, então pedi outra cerveja ao rapaz que obedientemente a trouxe e deixou no balcão a minha frente. Peguei a caneca e dei um pequeno gole decidida a ir com calma.

Denyel parecia distraído de mais, sempre olhando para todos os lados, talvez estivesse desconfiado de algo, e aquilo estava me deixando desconfortável. Reparei num olhar sério que havia lançado para um rapaz e não entendi o que estava acontecendo. Ou eu estava lenta de mais para entender as coisas, ou ele conhecia o rapaz e tinha alguma rixa antiga com ele, pois o mesmo parecia não estar fazendo nada de mais naquele momento.

Logo, ele roubou minha atenção ao perguntar se eu iria trabalhar no dia seguinte. Sorri de canto sentindo-me importante quando respondi. -Não preciso ir pro ministério todos os dias.- Bebi mais um pouco da minha cerveja. -Talvez eu deva ir amanhã somente porque Anna não compareceu à nossa.. Reunião- Fiz uma careta ao dizer aquilo. ''Se é que poderia ser chamada de reunião''. -Você não devia beber tanto se tem que trabalhar amanhã..- O repreendi. Parecia meio perdido nas minhas palavras enquanto me observava. Ajeitei-me então no banco desviando o olhar dele mas pude ouvir um barulho de ossos sendo estalados. ''Talvez ele esteja tão desconfortável quanto eu.'' Pensei.

Finalmente a mulher que estava atrás de mim levantou-se e subiu com um homem em direção aos quartos. Notei que era o mesmo homem que Denyel havia tido uma troca de olhares Sinistra. -Hey, Deny. Qual é o teu problema com aquele cara?- Perguntei curiosa agora que o casal havia sumido de vista. Ele virou seu copo de cerveja tomando tudo antes de responder a minha pergunta.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Dom Jan 05, 2014 11:38 pm

This Black
O Bar


Bebi mais uma cerveja antes de responder Jéss ... Inteira . O bar começou a girar por um momento , as bebidas estavam fazendo efeito.

"Não precisa ir ao Ministério todos os dias?Sortuda!" , 'Concordo , não deveria estar bebendo ... Mas não sei oque me acontece ... mesmo com tonturas e com um pouco de enjoo , eu ainda conseguia raciocinar , era um traço importante para mim , e os efeitos da bebida saem em uma boa noite de sono , sem nem me deixar de ressaca no dia seguinte.

'Nenhum falei abafando minha voz na caneca de propósito , fingindo estar bebendo mais cerveja , não queria que ela soubesse que eu senti um tipo de ciume dela . Ficamos uns minutos sem falar nada , até que tomei mais uma cerveja , foi fatal , perguntas de todos os tipos vinham a minha cabeça . Resolvi perguntar 'Como anda seu filho? esperei a resposta dela e automaticamente fiz outra pergunta 'Me conta ... E a sua vida amorosa ? , "Mas que diabos eu fiz?" . Eu estava sentindo uma mistura de sentimentos , eu não queria fazer aquela pergunta , mas no fundo eu queria ... Voltei a fazer o barulho com a mão e morder meu lábio inferior constantemente e rapidamente , está muito nervoso com a resposta que ela poderia dar ... "Se ela ficar brava e ir embora?" . Comecei a fazer uma batida com o pé também , estava super nervoso , não conseguia evitar . Tomei mais uma caneca para disfarçar o nervosismo.


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 12:03 am


O Reencontro
Ri baixinho com a indecisão dele mesmo sobre o porque de estar bebendo daquele jeito. -Entendo.. ''Dia de cão''- Cruzei as pernas ao mesmo tempo em que joguei meus cabelos cacheados pro lado, e bebi um pouco mais. A saia que eu vestia era um pouco curta_não tanto_ e deixava minhas pernas bem amostra intencionalmente.

A pergunta que me fizera foi um tanto estranha mas dei de ombros ao responder. -Meu filho? Está bem, obrigada.- Sorri achando graça do rumo em que nossa conversa havia tomado. -E não tenho muito o que dizer de minha .. vida amorosa.- Suspirei tentando afastar o pensamento de meu ex namorado da mente. Era estranho, porque ele morava na mesma mansão que eu, e éramos primos. Mas Denyel não precisava saber daquela história. Seria muita coisa para assimilar juntando com toda a bebedeira.

Pigarreei depositando a caneca de cerveja amanteigada já pela metade sobre o balcão e voltei a encara-lo. A pergunta que me fizera, despertou em mim uma certa curiosidade, e já que ele não estava fazendo joguinhos como de costume, resolvi perguntar as coisas que sempre tive vontade mas nunca coragem. -Sabe, Denyel.. Estranho que um cara jovem como você ainda não tenha se relacionado com ninguém depois de todo esse tempo..- Ao indagar aquilo, repentinamente me ocorreu que talvez ele tivesse sim um alguém. Talvez uma pessoa em segredo. Torci em segredo para que ele não me contradissesse. -Mas e sua família? Estão todos bem?- Mudei rapidamente de assunto estrategicamente. Olhei pro rapaz que estava me servindo indicando que podia levar minha caneca, pois preferi parar de beber por enquanto.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 1:47 pm

This Black
O Bar


Termina mais uma caneca antes de responder Jéss , fiquei um pouco confuso com a resposta dela , não era bem isso que eu gostaria de ouvir ... Estava mais tonto que nunca , e meu raciocinio já não estava cem porcento .

'Acredite , não é por falta de tentativas...Sei lá , eu fico preocupado em chegar aos meus quarentas e não tiver ninguem do meu lado. ri no final da frase ( Já estava rindo por nada ) . A resposta marcou o fim de mais uma caneca , o homem que estava me servindo bebidas já me olhava estranho . Bati na mesa para pedir mais uma , não deveria ter pedido.

'Sim , eles estão bem. Não entro no Vanglorium faz um tempo...Nem falo muito com as pessoas de lá , prefiro ficar na biblioteca. assim que terminei a frase dei um gole na bebida , senti uma tontura forte e cai para frente rápidamente , apoiando meu braço no ombro de Jéss , mas logo voltando ao normal , 'Me desculpe...

Já não estava em juizo perfeito , 'Percebe aquele mulher e homem olhando para nós? Que estranho uma gargalhada 'Que estranho ... Muito estranho mesmo! aumentei o tom da voz na ultima frase , novamente gargalhando no final . Não pude deixar de notar a saia de Jéss , também não consegui disfarçar uma rápida olhada (Não tão rápida) para as pernas dela , acabei fazendo um barulho como 'Uhh.. . Terminando com mais um gole na bebida .


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 3:06 pm


O Reencontro
Notei que Denyel começava a ultrapassar seus limites, pois nada do que dizia fazia muito sentido. Todo aquele barulho de música e pessoas conversando em voz alta me deixavam tonta e um pouco enjoada. Talvez nem estivesse tanto barulho assim, mas minha cabeça rodava. Suspirei fechando os olhos por alguns segundos disfarçadamente tentando me recompor.

Não sabia se ele de fato passaria a noite naquele local, mas tinha em mente que não podia deixa-lo só naquele situação em que se encontrava. Imaginei os boatos rolando pelo Ministério no dia seguinte de um Vice-Ministro encontrado desmaiado nas ruas de Godric's Hollow com uma garrafa de uma bebida qualquer nas mãos. Era até estranho de se pensar naquilo levando em consideração o quão certinho Denyel costumava ser no dia a dia. Talvez eu devesse aproveitar a rara ocasião para tirar algumas fotos. Seriam úteis no caso de uma chantagem. Ri baixinho comigo mesma e todos aqueles pensamentos pecaminosos.

Quando percebi que ele não iria parar de beber, coloquei minha mão sobre seu braço impedindo que o mesmo levasse a caneca até a boca. E para que não achasse ruim comigo, me levantei instantaneamente puxando-do junto. -Venha, vamos pegar um ar.. Está muito barulho aqui e não consigo raciocinar direito!- Sorria gentilmente para ele encarando-o enquanto esperava uma reação em resposta. 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 3:27 pm

This Black
O Bar


Ficamos um tempo sem falar nada , dei um sorriso de canto para ela , e olhei fixamente , não que eu gostaria de ter feito isso ... Mas gostaria !

Já ia tomar mais um gole , quando ela me para e me chama para ir até a porta , 'Claro! Vamos até ali gatinha ! brinquei no final da frase ( Mais uma vez foi automático , mas não menti em nenhuma parte ) .

Já na porta , estavamos um olhando para a cara do outro , sem assunto . Já me sentia um pouco melhor de estar sozinho com ela e sem aquela cantoria e barulho. 'Faz tempo que não venho por aqui , vim aqui a alguns anos. Pelo mesmo motivo. Traz até lembranças ruins , mas acho que voltar aqui as vezes é bom... tossi e sorri 'Ainda não acredito que te encontrei aqui. Você tem cara de não gostar muito de bebidas (Não consegui compreender se tinha falado a verdade) , dei um beliscão nela enfantizando "Você é real?"


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 3:54 pm


O Reencontro
Tendo aceitado vir comigo, sorri com seu comentário sem saber se estava brincando, ou se estava naquele trágico momento da bebedeira em que dizia as coisas que tinha vontade sem ao menos pensar antes. Caminhamos por entre as mesas e pessoas no local, e paramos no caminho da porta com a mesma aberta, podendo sentir a brisa gélida que a noite trazia. Cruzei os braços embaixo do peito encostando-me no portal enquanto o encarava. 

Quando abri a boca para falar algo, fui interrompida por um Denyel falante, comentando sobre sua suposta estadia no Caldeirão anos atrás, e assenti com a cabeça concordando com sua observação sobre eu não ser o tipo de pessoa que aparentava gostar de beber. -Como eu disse, vim apenas a negócios. Mas para sua sorte levei um bolo e estamos agora aqui.- Ri baixinho com meu próprio comentário

Massageei meu braço teatralmente quando levei um belisco de Denyel. Não doeu, mas fiz um bico cinicamente fingido. Senti-me uma criança e logo parei. -Então.. Vai mesmo dormir.. Aqui?- Fiz uma careta olhando pra dentro do bar indicando minha aversão àquilo. -Se não estiver se sentindo bem, posso te levar em casa. Mas não se acostume com esse meu lado bonzinho.- Acrescentei sem conseguir perder a deixa.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 4:16 pm

This Black
O Bar


Cruzei os braços , estava sentindo um pouco de frio . Gargalhei com o comentário dela , 'Pois é ... Tenho muita sorte de estar aqui com você. falei aquilo sem pensar , oque ela acharia de mim? Não pude descartar que ela me acharia solitário ( O que era verdade ).

Eu estava realmente pensando que deveria dormir ali , não queria voltar ao Vanglorium , pelo menos por hoje , quem sabe alugar  um quarto por uns dias não seria melhor ? Fiquei surpreendido com o convite dela , 'Não acho muito apropriada ir a sua casa...Não quero te perturbar em sua própria casa. fiquei tentado com o convite , passar uma noite na casa dela não seria má ideia , mas achava impróprio ao mesmo tempo.

O frio agora me fazia ficar encolhido , "afundei" meu rosto ao cachecol e coloquei as mãos nos bolsos. 'Não está sentindo frio? Eu estou morrendo de frio. . Pensei mais sobre ela dizer que tinha um lado bonzinho , eu não achava ela muito malvada , era até simpática. Achei oportuno dizer algo 'Eu acho esse seu lado bonzinho tão... agradável. aquela não era a palavra certa , não achei que era bom chama-la de fofinha ( Ela odiaria , eu acho ) , por um momento até queria apertar as bochecas dela , mas só sorri de canto.


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 4:39 pm


O Reencontro
Rolei os olhos com a falsa preocupação dele sobre me incomodar em casa. Mas por um instante parei pra pensar e imaginei que Ágatha pudesse lhe fazer algum mal caso ele aceitasse meu convite. ''Um Vice-ministro na mansão Hans MacNeil?'' Senti um arrepio percorrer meu corpo e não tinha nada a ver com o frio. Mesmo com as pernas de fora não sentia metade do frio que Denyel parecia estar sentindo. Mesmo assim apertei jaqueta de couro preto que vestia contra meu corpo aconchegando-me. 

Olhando para dentro do bar, notei que boa parte do tumultuo se dissipara. -Venha.. - Gesticulei com a cabeça indicando o bar -Vamos voltar lá pra dentro. Não quero ser a responsável por uma possível hipotermia.- Brinquei entrando no local na sua frente esperando que me seguisse. Denyel parecia sóbrio o suficiente para não cair na asneira de pedir mais bebidas, apenas por esse motivo quis lhe fazer um pouco mais de companhia naquele lugar.

Sentei no mesmo banco que estava anteriormente sentindo logo a mudança do clima. Ali dentro estava quente. Tirei minha jaqueta deixando-a por cima do balcão enquanto Denyel sentava-se de frente para mim. -Por que não quer voltar pra sua casa?- Perguntei semicerrando os olhos de forma desconfiada.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 5:03 pm

This Black
O Bar


Voltamos para dentro do bar , estava tudo mais calmo , o que me agradava . Como o bar estava mais quente , tirei meu cachecol e coloquei no balcão . Nem pensei em pedir mais bebidas , já estava começando a voltar ao estado normal , não queria ficar bêbado novamente.

Por um momento pensei que ela estivesse preocupado por eu dormir no lugar , 'Eu sei que o castelo é grande , aconchegante ... Limpo ... Mas prefiro não voltar hoje , não é nem pelas fofocas que provavelmente rolariam , mas é que quero ficar longe da mesmice. Provavelmente voltarei amanha , poucas pessoas sabem que eu já voltei do tempo que tinha tirado. olhei para o relógio de pulso , já era tarde , e precisava ir ao Ministério no mesmo dia , já que passara da meia-noite , não queria ir para um quarto no momento , estava gostando da conversa.

Vi que o homem e a mulher que antes subiram , estavam descendo , a mulher passa a mão abaixo dos lábios olhando para mim , me viro para Jéss 'Não entendi esse olhar e gesto...Parece que as noites naqueles quartos são bem agitadas , espero que não perturbe meus sonhos diz rindo de leve. 'Não gosto nem de imaginar o que eles fazem naqueles quartos , bem sinistro. fala oservando o estado do homem.


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 5:32 pm


O Reencontro
Assenti com a cabeça apenas na falta de algo melhor para falar. Na verdade não entendia do que aquele homem estava fugindo, e preferi não me intrometer no assunto que parecia deixa-lo desconfortável. Encostei o cotovelo no balção apoiando-me, e tombei a cabeça de lado analisando-o. -Você está diferente..- Disse repentinamente como uma observação. Minha expressão era séria. 

A bendita mulher que estava entre troca de olhares com Denyel voltou pro bar junto com o cara misterioso, e não fui a única a notar. ''Rápidos.'' Ergui uma sobrancelha com meu pensamento irônico, mas desviei o olhar do casal prestando atenção no que Deny dizia. Achei graça. Ele não estava mais bêbado e voltara a ser o ''Sr. Certinho''. -Ora, Deny. Não seja tão ingênuo. Eles estão apenas conversando em privacidade.- Fiz sinal de aspas quando pronunciei as ultimas palavras, sorrindo.

Não era possível que ele fosse tão certo quanto parecia. Ao menos quando estava alterado por conta da bebida, conseguiu se soltar um pouco mais, revelando quem ele realmente era, quem em parte eu gostaria que fosse. Inclinei meu corpo aproximando-me um pouco mais dele.. -Talvez essas pessoas estejam numa missão secreta ou algo do tipo.- Disse num tom conspiratório mas minhas palavras eram carregadas de sarcasmo. Voltei a minha posição normal afastando-me dele com um sorriso sínico no rosto.
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 5:59 pm

This Black
O Bar


Fiquei surpreso com o comentário dela , 'Eu não estou diferente , você que não me conhece. Experimente morar comigo. falei toda a frase com tom sério. Cada vez mais pessoas iam indo embora do bar , estava realmente tarde.

Ri com o a frase dela , 'Claro , claro ... Sei. Conversa boa essa. ri do meu próprio comentário.  Pensar no que eles faziam no quarto não me agradava nem um pouco , resolvi falar um pouco mais sobre mim , 'Eu tenho vergonha desse tipo de assunto. era estranho ter falado aquilo , na verdade nunca tinha falado isso para ninguém , mas com a Jéss parecia que eu tinha uma certa facilidade para falar sobre qualquer assunto.

'Sim , sim. me aproximei dela também , sussurei 'Cuidado , eles vão sequestrar-nos , vão nos levar para um porão abusar e torturar a gente. não aguentei e gargalhei bem alto no ouvido dela , sem querer. Ela me parecia feliz , "Que milagre" eu não estava muito bem ( No bom sentido ) resolvi falar tudo que me vinha na cabeça , 'Você que está estranha , está feliz... torci para que ela não ficasse brava com o comentário , e nem me deixasse sozinho no bar . Olho no meu relogio de pulso , 'Gata... dou uma leve risada 'Estamos conversando a horas e não estamos brigando levanto as mãos para o alto e grito 'Viva! depois começo a gargalhar sem parar.


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 6:37 pm


O Reencontro
''Morar com você? Como seria morar com você..?!'' Apesar de não termos nos dado bem nos últimos dias, ele parecia uma pessoa fácil de se lidar se houvesse um esforço da minha parte também, é claro. Fui pega de surpresa por me questionar aquilo em segredo via pensamentos. Pisquei os olhos duas vezes esquecendo o assunto.

Notei que mesmo sóbrio, Denyel começava a se soltar comigo. Revelando uma pessoa que eu jamais sonharia em conhecer um dia. Parecia mais jovem sorrindo alegremente com suas próprias piadas, o que me deixava relaxada. Horas haviam se passado desde que entrei no bar. ''Oh, por Merlin.. Anna!!!'' Imaginei o que podia ter acontecido com ela, já que a mesma nem se dera ao trabalho de me avisar o motivo de não ter aparecido. Conhecendo bem minha amiga e colega de trabalho, fiquei um pouco aliviada imaginando que pudesse estar com alguém. -Galinha.- murmurei distraída com meus pensamentos.

Voltei minha atenção ao vice-ministro que embarcou no ritmo brincalhão, e pude notar pelo canto do olho o casal que tanto nos incomodava deixar o bar ''Finalmente!''  Ajeitei-me em meu banco sorrindo com as bobeiras daquele homem brincalhão que antes não conhecia. -Eu não estou estranha porque estou feliz. Acontece, que só hoje você foi reparar em mim pra valer.- Disse dando de ombros. -E acredito eu que ainda esteja bêbado.. Está sendo legal de mais com uma pessoa que sempre detestou.- Impliquei com ele ansiosa pelo que poderia responder.
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 8:02 pm

This Black
O Bar


Antes de responder Jéss , reparo que o homem e a mulher que ficaram "Fofocando" sobre nós finalmente foram embora . Estavamos praticamente sozinhos no bar , com exceção de um bando de velhinhos em uma grande mesa e umas outras pessoas tomando cerveja.

'Acho que nosso problemas era falta de conversa...Falta de conversar bebendo. ri do meu comentário , eu acreditava que era isso mesmo que precisavamos , somente conversar tentando não brigar , 'Deveriamos ter feito isso antes dou um sorriso grande observando Jéss.

Me preparo para responde-la com a mão sobre o peito para fazer um pequeno "teatro" Eu? fui interrompido pelos velhos gargalhando alto 'Eu?Eu nunca te detestei Jéss , como pode pensar isso de mim? Eu sempre demonstrei tanto amor por você ... Nossa fiquei magoado agora... abaixei a cabeça e fiz alguns barulhos fingindo estar chorando . Levantei a cabeça novamente e disse 'Brincadeira... Acho que eu só precisava falar algumas horas sem brigar com você. pego a mão dela e seguro 'Eu não te detesto tento ficar sério , mas não resisto e começo a gargalhar da situação , nesse momento os velhinhos e as outras pessoa me olharam rir feito um louco , aproveitei o momento para gritar 'Desculpa! Parei ri baixinho.

Estava começando a ficar sem assunto , não sabia o que dizer , falei a primeira coisa que veio em mente , 'Está gostando da noite? assim que ela termina de responder já mando outra pergunta 'E na sua casa , ninguem está sentindo sua falta ou preocupado? Aposto que você é muito querida. sorri de canto , tentando não parecer irônico ( Já que não estava sendo ) . Percebo que mais uma pessoa vai embora , 'Acho que minha risada espantou todo mundo...


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 11:32 pm


O Reencontro
O bar começava a esvaziar aos poucos, mas minha vontade de continuar ali permanecia. Denyel estava sendo gentil, simpático e educado. Eu tinha um certo receio de ir embora, esbarrar com ele no Ministério da Magia no dia seguinte e notar que o antigo vice-ministro estaria de volta, com seu jeito irritadiço de sempre. Suspirei decidida a ficar e aproveitar o que havia conseguido conquistar ali.

Observando o breve momento de teatro dele, decidi entrar em seu joguinho fingindo preocupação por ''tê-lo magoado''. -Oh.. Não, não, não, Denyel.. Desculpe-me, não foi minha intenção!- Sabia que estava sendo tão péssima atriz quando ele, mas era de propósito. Não pude conter a risada que saiu de mim mais alto do que o esperado. Parecíamos dois adolescentes no auge de suas doideiras, e eu me sentia bem com aquilo. Bem até de mais. O fitava com um sorriso bobo quando o mesmo pegou em minha mão tentando manter seu tom de voz sério. Sabia que ele estava brincando ainda, mas o contato inesperado me deu um certo frio na barriga, algo que eu já não sentia fazia tempos. Como esperado ele demonstrou que era apenas uma brincadeira e puxei minha mão de volta com um sorriso sem graça tentando disfarçar meu desconcerto. 

Semicerrei mais uma vez os olhos desconfiada para sua pergunta descabida. -Está me perguntando sobre a noite, Sr. vice-Ministro?- Sorri ironicamente. -Bom, saiba que não tenho do que reclamar.- Desviei o olhar para porta que se abria quando um rapaz ia embora e logo em seguida outro casal entrava, subiram direto em direção aos quartos. -Hey!!!- O repreendi durante sua rizada escandalosa depois de um comentário bobo. -Fique sabendo você que já sou crescida, e não preciso dar satisfações a ninguém de onde estou e o que faço!- Cruzei os braços em baixo do peito feito uma menina birrenta. 

Mais duas pessoas foram embora, e me surpreendia ver os idosos que permaneceram no bar em todo seu gaz. Denyel e eu eramos os mais jovens no local, e me senti um pouco deslocada. Ele pareceu não se importar, e por um momento, podia jurar que assim como eu, ele não desejaria estar em outro lugar que não fosse o Bar do Caldeirão Furado. Parecia tolo, mas estava significando muito pra mim. Olhei disfarçadamente no relógio de pulso dele constatando que já era bem tarde, mas não saiba se devia ir embora.. Quando cogitei a hipótese, lembrei-me de um Denyel furioso gritando comigo, e a lembrança me deixou confusa. -Deny..- Comecei a falar - O que houve ontem?- Mantive meus olhos nos dele desejando que não se irritasse ou mudasse de assunto. Só queria entende-lo.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Jan 06, 2014 11:55 pm

This Black
O Bar


Fiquei feliz em saber que ela se juntou as brincadeiras , olhava freneticamente ao meu relogio de pulso , mas sempre rindo dos comentários e respostas dela , aquela noticia estava sendo bem divertida , principalmente com o bar vazio e os velhinhos nem ligando para nossos "escandalos".

Fiquei surpreso com um casal subindos as escadas , 'Esse povo não para de fogo não acreditei que tinha dito aquilo , não era costume falar esse tipo de frase , mas como pensei antes , tinha uma certa liberdade perto de Jéss .

Suspirei para explicar tudo ( ou quem sabe omitir a verdade ) sobre o acontecido . Segurei a mão dela , achei bem mais fácil explicar tudo desse jeito , 'É dificil de te dizer... Bom , naquele dia eu estava sentindo uma certa liberdade estando perto de você , igual hoje , estavamos brincando e tudo , só que você parou do nada , eu disse que tinha ficado com raiva por causa disso ... Mas ...   estava começando a ficar vermelho ao decorrer da frase 'Não foi só isso ... suspirei enquanto meu rosto fervia de vermelho 'A verdade é que , eu ia tentar uma coisa a mais ... E eu fiquei com raiva porque você acabou não deixando espaço para isso ... pensei um pouco mais sobre falar tudo de uma vez , observei os velhos gritando igual loucos , 'Ah que difícil... estava tudo preso na minha garganta , não podia mais guardar , era a hora de falar ! Abrir todo o jogo , mesmo que ela não aceitasse que eu iria fazer isso , ficasse com raiva ... Eu ia liberar tudo aquilo da minha conciencia .  Tudo começou a girar na hora , estava começando a ficar tonto , precisava desabafar logo ... Suspirei e continuei 'Jéss ... Espero que não me mate dou uma risada de nervoso , enquanto isso meu rosto estava o mais vermelho possível . Abaxei o rosto , e quando voltei disse 'Não fique com raiva... Mas eu ia tentar te beijar ... fechei os olhos esperando um tapa.

Parecia uma coisa boba para se preocupar tanto , mas até umas horas atrás ela pensava que eu a odiava , agora eu tinha revelado tudo. Ou quase tudo.


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Ter Jan 07, 2014 12:24 am


A Hora da Verdade
Ri baixo com a observação dele sobre a saliência dos casais naquele lugar. Era mesmo um lugar movimentado, eu nunca havia me dado conta disso. Novamente Denyel pega em minha mão e dessa vez manteve a expressão séria, não parecia estar brincando. Observei atenta e curiosamente quando começou a falar, mas cada palavra vinda dele me deixava ainda mais perdida em vez de esclarecer a confusão em minha mente. ''Como assim ia tentar uma coisa a mais?!'' Meu inconsciente relutava em acreditar no que eu acabara de ouvir. Achei que pudesse estar fantasiando de mais.

Ele pareceu incomodado com o falatório dos idosos, que interrompeu por um instante o que estava dizendo. Naquele momento até eu me irritei com aqueles velhinhos baderneiros que já deviam estar dormindo ou vendo algum programa monótono na TV. Mas prosseguiu sua explicação .. A explicação que eu lhe havia cobrado. A revelação do motivo por trás de nossa briga fora tão inesperada, que prendi a respiração por uma pequena fração de segundos surpresa com o que havia acabado de descobrir. Meus olhos estavam meio arregalados quando Denyel fechou os olhos aparentemente esperando alguma reação negativa de minha parte. '' Oh, meu Deus!!'' Não sabia o que pensar, queria fazer uma coisa, mas estava tão atordoada que mal conseguia me mexer. 

-Denyel..-  Minha voz saiu um pouco rouca quase inaudível no meio de toda aquela barulheira infernal. Soltei minha mão que estava sendo segurada pela dele, e encostei em seu antebraço inconscientemente. Tentei acalmar minha respiração acelerada que fazia jus aos meus batimentos cardíacos acelerados pela adrenalina do que eu estava prestes a fazer. Decidi não pensar. Aproximei meu rosto do dele enquanto seus olhos ainda estavam fechados, e lentamente encostei meus lábios nos seus, fechando também os meus olhos, entregando-me àquele momento que sempre julgara impossível. 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Ter Jan 07, 2014 12:55 am

This Black
No barulho da noite!


Eu tinha conseguido falar a verdade , e ela não ficou brava ... Ao contrário , aconteceu uma coisa inacreditável . Ela tinha me beijado , sinceramente não esperava essa reação vinda dela , espera um tapa ou um soco , uma puxada no cabelo ou até que ela esfregasse minha cara no chão.

Sem pensar muito , retribui o beijo ainda com uma mão no antebraço dela , resolvi então colocar a outra no mesmo lugar , se afastando um pouco da cadeira . Olhando de canto pude jurar que os velhos espiaram a gente , confirmei isso com um velho gritando "Aê!" , revirei os olhos ainda beijando Jéss , nada podia estragar aquele momento que eu descreveria "Épico".

Depois de alguns minutos , voltei para conseguir folego , 'Juro que pensei que iria dormir de cara roxa... Não esperava isso ... O que levou a ti fazer isso? Não entendo... fiz uma cara de desentendido , mas por dentro estava pulando de alegria , era tudo o que eu queria ter feito . Os velhos continuavam a olhar 'Ei ! Voltem a gritar feito loucos! todos os velhos voltaram as cabeças para a mesa.  

Ainda estava desacreditado sobre aquele momento ... Tudo aquilo era real ou só um sonho ? Era estranho , 'Sabe ... Eu não te entendo Jéss imitando ela e a típica frase quando ela conversa comigo.


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Ter Jan 07, 2014 1:27 am


A Hora da Verdade
Meus lábios se contorceram num sorriso no momento em que meu beijo fora retribuído. E o lugar antes barulhento ficou silencioso. Cheguei um pouco mais pra frente imitando o movimento de Denyel, e apesar de ter parado de beber a algum tempo, podia sentir ainda o gosto da cerveja amanteigada entre nossos lábios. Foi um beijo breve, mas satisfatório e esclarecedor. Dei por mim que o sentimento que ele assumira ainda pouco era recíproco. 

Permaneci com os olhos fechados alguns milésimos de segundos quando Denyel afastou-se de mim devagar terminando o beijo, e quando abri, encontrei os dele a me encarar sugestivamente. Fiquei agradecida quando ele se dispôs a falar, pois eu mesma não fazia ideia do que dizer. Desde que havia entrado pro Ministério não me relacionava com ninguém por escolha própria, e não esperava que quando isso viesse acontecer, fosse através de uma iniciativa minha. É claro que não teria feito se ele não tivesse me dado a dica.. 

Meus pensamentos estavam a mil e finalmente tomei coragem para lhe responder. -Apesar de ter tido muita vontade de te dar um tapa em nossa ultima briga, eu não teria feito isso com você.- Minha voz ainda estava um pouco rouca. Era o resultado que se tinha quando eu ficava sem jeito ou triste. Pisquei rápido duas vezes buscando pelas palavras certas em minha cabeça sem querer parecer clichê. -Não tem muita coisa pra entender, Deny. Você me disse qual havia sido sua vontade no dia da briga, e te beijei porque..- Suspirei -A minha vontade era a mesma!- Abri então um sorriso de canto sentindo-me meio idiota por termos enrolado tanto. 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Ter Jan 07, 2014 7:58 pm

This Black
Entre velhos e beijos


Ainda estava um pouco paralisado , graças ao beijo , mas estava tentando acreditar como aquilo tinha acontecido , foi bom , mas acima de tudo surpreendente. Estava com vontade de fazer aquilo novamente , mas precisava achar um espaço.

Eu espera que ela me desse um tapa na cara mesmo , nessa revelação e na briga anterior , 'Sim , eu estava esperando você me dar um tapa por gritar com você , fiquei até impressionado como é bom gritar com você brinca na ultima parte 'Aposto que teve a maior vontade de me dar esse tapa... Acho que você está querendo fazer isso desde que se falamos da primeira vez sorri ao fim da frase .

O ambiente ficou calmo , dois velhos finalmente foram embora , até suspirei de alívio. Quando ela começou a se explicar acompanhei mexendo a cabeça freneticamente , acompanhado de um enorme sorriso. 'Deixa eu ver se entendi... Essa era sua vontade também? semicerrei os olhos 'Já que você realizou esse desejo ... Me falta realizar o meu , falando isso encostei minha mão sobre o rosto dela , guiei os lábios da mesma até os meus , os encostando bem de leve , fazendo assim mais um beijo.

Depois de alguns minutos se beijando mais uma vez , resolvi brincar com a situação 'Pronto , agora já realizamos os nossos desejos ... . O bocejo que veio em seguida informou que estava ficando com sono , já estava ficando muito tarde , tinha pouco tempo para dormir antes de ir trabalhar , olhei no relógio de pulso confimando as horas. Percebo que mais três velhos entram no bar , uma pena , dois sairam e três voltaram.


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Ter Jan 07, 2014 9:10 pm


A Hora da Verdade
Senti meus olhos começarem a arder, e o sono estava chegando. A hora passava de pressa, notei ao olhar de relance o relógio no pulso de Denyel que já passavam das 3:00. Suspirei desanimada imaginando que já deveria ter ido embora. ''Por que a hora tem que passar tão rápido justamente quando começo a me entender com você?'' O novo sentimento era estranho, mal conseguia reconhecer a mim mesma.

Abri um sorriso de canto ouvindo o que ele dizia. -Sim.. Constantemente tive a vontade de te dar uns tapas, Denyel. Principalmente em nossa ultima briga. Fiquei tão irritada com sua atitude, pois estávamos nos dando tão bem.- Parei de falar um momento fitando o chão de forma pensativa. -Mas talvez tenha sido melhor não ter acontecido nada.- Voltei a encara-lo. -Poderia não ter dado certo e não estaríamos aqui agora.- Coloquei minha mão sobre a dele e senti a diferença de temperatura entre nós dois. Ao contrário de Denyel, minha mão estava gelada, mas eu não sentia frio.

Quebrando o silêncio que se fez entre nós dois, ouvi atenta o que Deny falava, e meu coração começou a palpitar quando o mesmo tocou meu rosto com sua mão e me puxou para mais um beijo, dessa vez mais intenso. Meus lábios de imediato reconheceram os dele. Foi breve, mas durou tempo suficiente para deixar minha respiração ofegante. Abri os olhos encontrando os dele, me sentindo um pouco tola. Afastei-me ajeitando minha postura no banco duro em que estava sentada, e percebi que realmente estava na minha hora de ir. Denyel parecia cansado.

-Acho melhor eu ir embora.- Disse quando o mesmo olhou mais uma vez o próprio relógio. Era a dica que eu precisava para poder ir. -Não me entenda mal.. Só que você precisa trabalhar amanhã.- Pigarreei notando meu erro. - Quer dizer, hoje.- Fiz uma careta com a observação. -Espero realmente que a gente possa se encontrar numa outra hora que não seja no trabalho.- Agora eu sorria timidamente mantendo o contato visual.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Ter Jan 07, 2014 9:29 pm

This Black
Até logo!


Estava dormindo em pé , e todos os velhinhos já tinha ido embora , só sobrou um rapaz dormindo em uma cadeira proxima.

Tinha adorado aquela noite , mas sabia que precisava ir dormir , o Ministério tinha que me atrapalhar logo naquele momento. Tentei ser discreto com a despedida dela 'Mas já? Estava ficando tão bom sorrio de canto 'Entendo , preciso ir hoje , ou a Ministra me mata! brinco com a situação. A ideia de ver ela novamente era fantástica ! Queria realmente aquilo 'Sim , sim ! Vamos nos ver novamente , que seja em breve. dei mais um sorriso grande , me levantando indicando a despedida. Para me despedir dei um abraço forte nela , em seguida um beijo na bochecha ( Claro que não ia me despedir com um beijo na boca , não era apropriado ) ... 'Até logo , Jéss ! , vi ela atrevassando a porta enquanto subia as escadas em direção aos quartos. Uma noite simplesmente inesquecível.


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Ter Jan 07, 2014 9:33 pm

OFF: Sai do local.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nicholas Vernek Devereaux
St. Mungu's
St. Mungu's
avatar

Idade : 22
Localização : Minha casa
Mensagens : 8
Data de inscrição : 19/01/2014

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: Indefinido
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Ter Fev 11, 2014 10:47 am

Procurando Alguem.
Hora de salvar vidas.



Eu estava sem o que fazer no hospital, sem pacientes nem bruxos muito manos criaturas, eu aparatei de lá para o Caldeirão Furado, andei até o bar do caldeirão esperando encontrar uma "amiga" muito antiga, caminhei entrando no bar com minha varinha oculta na manga da minha jaqueta de couro petra, eu estava usando uma blusa branca e uma calça jeans básica.


Eu andei suavemente pelo bar com o peito estufado, cheio de autoconfiança, eu depois de atravessar todo o bar andando suavemente, sento-me em uma mesa que estava disponível, eu queria reviver o passado, por que apesar de eu ter crescido nunca tinha esquecido meu primeiro amor (Melissa), e boatos me diziam que ela iria aparecer por ali, um vidente havia me dito isto, como ele sabia, não tenho a minima ideia só sentei e esperei ela aparecer esperando que o vidente estivesse certo.               




Suck my snake bitche!



[Off: post bloqueado entre Melissa Coraline Miller e Nicholas Vernek Devereaux interrupções serão  ignoradas  ]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Coraline Constant
Adultos
Adultos
avatar

Idade : 22
Localização : Londres
Mensagens : 5
Data de inscrição : 18/01/2014

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Ter Fev 11, 2014 11:11 am

She will be loved...
Beauty queen of only eighteen, she had some trouble with herself
I don't mind spending everyday Out on your corner in the pouring rain Look for the girl with the broken smile Ask her if she wants to stay a while And she will be loved

O passado...Estava sentada na janela do meu apartamento, observando o céu nublado e melancólico de Londres. Muitos achariam triste, mas eu não. Eu gostava do clima ameno e chuvoso da cidade, combinava com meu estado de espírito. Por algum motivo, eu não conseguia tirá-lo da cabeça. Maldito sonho! Quando eu tinha 15 anos, conheci aquele que eu pensava ser o grande amor da minha vida, com quem eu viveria para sempre. Nicholas. Namoramos até nossa formatura em Hogwarts e não nos vimos mais. Nossas vidas tomaram rumos diferentes. Eu preferi viver entre os trouxas e estudar artes...ele, soube que havia se tornado um curandeiro muito conceituado no St. Mungus...Sorri ao me lembrar como ele falava sobre isso. “Um dia, vou ser medibruxo, Mel...você vai ver!”, a voz dele ecoava na minha cabeça, tão clara como se ele estivesse ali.

Me levantei de um salto e fui em direção ao armário, procurando algo para vestir. Eu tinha que sair dali, andar, beber alguma coisa, fugir daquelas lembranças. É claro que eu pensava nele, sentia saudades...mas fazia exatamente 2 anos que não nos víamos e nada indicava que isso iria acontecer novamente. Coloquei um vestido preto, curto e bem delineado ao corpo. Uma bota de couro preta, que subia até os meus joelhos e acomodava bem minha varinha. Um sobretudo também de couro que descia até abaixo dos meus joelhos e serviria bem para me proteger do vento frio que estava lá fora e saí sem trancar a porta, como de costume.

Andava calmamente pela rua, tentando fazer os pensamentos voarem como que para uma penseira, quando avistei um beco aparentemente vazio e entrei, olhando ao redor para me certificar que ninguém estava por ali. Minha garganta estava seca e senti uma vontade incontrolável de beber um bom uísque de fogo do Caldeirão Furado. Aparatei, me vendo, segundos depois, em meio ao Beco Diagonal. Aquele lugar me trazia muitas lembranças de todas as vezes em que eu estivera ali comprando meu material escolar. Suspirei e entrei no bar, atraindo alguns olhares em minha direção, mas eu já estava acostumada. Andei altiva até o balcão e pedi com a voz firme. – Um uísque de fogo.
Thanks Tess
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Bar do Caldeirão Furado
Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts :: Térreo-
Ir para: