Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts

Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts

RPG Hogwarts
 
InícioCalendárioFAQBuscarPDMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Há vagas disponíveis para o Ministério, confiram em Cargos e Funções

Vaga abertas para professores de 2° Ano. - Confira em Cargos e Funções

Atenção, todos os alunos do 1° ano, mandem suas corujas para a diretora para confirmar sua inscrição no grupo.
Novatos direcionem-se direto ao chapéu seletor.

O Profeta Diário já se encontra no portal! Não deixem de conferir!


Compartilhe | 
 

 O Bar do Caldeirão Furado

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Helga Hufflepuff
Administradores
Administradores
avatar

Idade : 27
Localização : Londres
Mensagens : 132
Data de inscrição : 19/11/2013

MensagemAssunto: O Bar do Caldeirão Furado   Seg Dez 02, 2013 12:35 pm

o bar
O bar situa-se no térreo, abaixo dos corredores de aposentos. Este não detém sofisticação, como os inúmeros bares do Mundo Trouxa; é sujo, com um aspecto obscuro, medieval, tão abrupto quanto seu barman, o Sr. Tom; e um tanto quanto visivelmente compacto. O Bar não é apenas usado para servir seus hóspedes com bebidas, mas para fazer reservas de quartos. Localizado em um recinto escuro e mal iluminado, acaba servindo de máscara para a imundice do local. Os copos enfileirados estão a dispor de Tom, que com seu paninho sujo sempre tenta limpar quando alguém pede uma bebida. No entanto, muitas vezes acaba deixando mais sujo do que já era.

Num balcão de madeira corrompida e escura contém algumas indiferentes bebidas alcoólicas, uma das únicas coisas que o proprietário se orgulha. Que muitas vezes é furtada da mansão dos próprios parentes, desde as bebidas mais digeríveis às inibitórias ao paladar leigo. Há um pequeno sino no balcão essencial quando Tom não está por perto. Apenas uma sacudidela é necessária para chamá-lo. Também é possível ver um quadro onde ficam expostas todas as chaves dos quartos, organizado por números. Os melhores quartos são os últimos, porém lembre-se.

É o melhor para o Tom, mas provavelmente não será para você. Muitos bruxos vagos costumam se reunir no balcão, para confabulações suspeitas. Facilmente, veem-se alguns já embriagados, sendo enxotado dali pelo funcionário do local; outros bebem socialmente, fumando seu cachimbo e observando o local. Pessoas suspeitas, tais quais os Sequestradores que, volta-e-meia surgem para obter informações sobre alguns procurados ou pregar cartazes que estampam os rostos aterrorizantes destes. O assoalho é tão retrógrado, quanto os tampos dos calabouços de castelos: madeiras modestas, imensuravelmente desproporcionais e encaixadas uma nas outras com frestas por entre elas. Rangem mais que as tábuas da Casa dos Gritos.

Tom, o dono do Caldeirão, não tem o hábito de conversar com seus clientes, simplesmente por ser um velho conservadoramente bruto, exceto com personalidades, o que é escasso, pois seu comércio não é convidativo para pessoas da high society, por isso a irreverência do lugar. Algumas mesas e cadeiras espalham-se desproporcionalmente por entre o pequeno salão à frente do bar. Robert é o único garçom, que é um pouco menos ríspido com os consumidores que Tom, ou não.

O Cardápio

• Hidromel
• Cerveja Amanteigada
• Whisky de Fogo
• Milkshake de Abóbora
• Suco de Beterraba / Cenoura / Abóbora.
• Gosma Fervida de Verme.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado
avatar


MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 1:39 pm

Encontro no Caldeirão Furado

Eu já estava no caldeirão furado, sentado em uma mesa junto à Bryan, ele havia vindo comigo, eu não queria que ele viesse é claro, mas ele insistiu muito e no final ele veio contra minha vontade. Não entendia até agora por que ele quis vir? Mas estava começando a suspeitar que ele estivesse atrás de um namorado, Bryan é bissexual, então ele poderia ter ido apenas para ver se o cara era bonito, gente boa e caso fosse: ele tentaria ficar com o cara. Mas acho que Bryan não faria isso, afinal, eu disse a ele que havia gostado do Caio, então acho que Bryan não tentaria roubar o Caio de mim, pelo menos eu acho. Eu não parava de pensar no Caio, a expressão séria no rosto dele era linda, ele é lindo, não sou gay, eu acho, já namorei com algumas garotas, bom, eu podia ser bissexual assim como Bryan, bom, não sei o que eu sou, mas também não importa, o que importa é que estou gostando muito daquele Auror, lindo e loiro. Vi quando Caio entrou, olhei pra ele e sorri, ele retribuiu o sorriso mas pareceu um pouco desanimado ao ver Bryan. - Oi, fico feliz que tenha vindo! - Exclamei me levantando, ainda sorrindo e o abracei. - Esse é o meu primo, Bryan. - Disse rapidamente antes que ele pensasse besteira e notei que a expressão de desanimo em seu rosto desapareceu quando eu falei a palavra "primo".


Última edição por David Emannuel Ferrer em Qua Dez 04, 2013 2:31 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Errei algumas palavras)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caio Brandon McCarthy
Aurores
Aurores
avatar

Idade : 33
Localização : Londres
Mensagens : 11
Data de inscrição : 29/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 1:43 pm

Encontro no Caldeirão Furado

Estava ansioso para encontrar David, não parava de pensar nele, no seu sorriso lindo e encantador, no seu jeito educado, extremamente educado, não tinha como não gostar dele, não tinha como não ficar doido ao olhar aquele sorriso. Entrei no Caldeirão Furado e avistei ele sentado em uma das mesas junto com outro homem, me desanimei na hora, será que ele vai me apresentar seu namorado? Pensei. Me aproximei e minha expressão de desanimo acabou depois que David me abraçou e me apresentou o homem que estava com ele, seu primo. - Também estou feliz de poder estar aqui com você. - Disse sorrindo. Estendi minha mão para seu primo e disse - É um prazer conhece-lo, Bryan. - Disse e sentei.


Última edição por Caio Brandon McCarthy em Qua Dez 04, 2013 2:40 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Erros de Ortografia)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bryan Bueno F. Watson

avatar

Idade : 29
Localização : Londres
Mensagens : 1
Data de inscrição : 30/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 1:47 pm


Encontro no Caldeirão Furado


Vi o sujeito entrando pelo Caldeirão Furado e morri de inveja do meu primo, eu estava ali por que não gostava do fato do meu primo namorar, eu sentia ciúmes dele, mas era como primo, é lógico. Porém, quando vi o tal Auror entrar a vontade de separar meu primo dele aumentou, primeiro por que eu tinha ciúmes do meu primo e segundo por que aquele auror é lindo e eu queria ele pra mim. Loiro, olhos verdes, expressão séria e sexy, ele é O Homem! aquele que toda mulher, todo gay e todo bissexual quer. Entretanto, eu sabia que não poderia fazer aquilo com meu primo, era errado, não poderia roubar o homem chamado Caio do meu primo, então achei melhor cair fora - O prazer é todo meu. - Disse sorrindo, vi ele se sentar e me levantei. - Bom, vou deixar vocês a sós, vou visitar o beco diagonal, faz tempo que não vou lá, até mais Caio, e nos vemos em casa primo.
(Saio do local)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Caio Brandon McCarthy
Aurores
Aurores
avatar

Idade : 33
Localização : Londres
Mensagens : 11
Data de inscrição : 29/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 1:51 pm


Encontro no Caldeirão Furado


Bryan se levantou, disse que ia no beco diagonal, se despediu de nós e foi. Gostei muito dele ter ido, acho que havia percebido que eu e David queríamos ficar sozinhos, parei um instante e fiquei fitando David, não acredito que estou apaixonado por outro homem! Pensei. Mas pra mim naquele momento não importava se era homem, o que importava é que eu gostava dele mesmo sendo um homem e que se desse certo, ficaríamos juntos por um bom tempo, quem sabe eternamente, percebi que David olhava para mim sorrindo, deve ter notado que eu estava em outro mundo e então acabei com aquele momento constrangedor para mim. - Então, vocês moram na mesma casa? - Perguntei a David e ele sorriu antes de me responder.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado
avatar


MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 1:53 pm

Encontro no Caldeirão Furado

Depois de Bryan ir embora, Caio ficou voando por um momento, olhando para mim como um bobo, comecei a olha-lo também, aquela expressão de estar fazendo uma análise sobre mim, aquele olhar dele, tudo nele me fazia ficar no mundo da lua, voltei dos meus devaneios e percebi que Caio ainda estava no dele, aquilo estava ficando engraçado, então comecei a rir dele, percebi que ele notou, então desfez a cara de bobo apaixonado e me fez uma pergunta, sorri e respondi - Sim, moro com meu primo e com meu irmão, mais novo, em Godric's Hollow. - Respondi sorrindo. - E você? Mora onde e com quem?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caio Brandon McCarthy
Aurores
Aurores
avatar

Idade : 33
Localização : Londres
Mensagens : 11
Data de inscrição : 29/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 1:56 pm

Encontro no Caldeirão Furado

- Moro aqui em Londres mesmo e sozinho. - Respondi meio avoado, acho que ele poderia de parar de sorrir e eu poderia parar de fazer papel de bobo. - Você sorri de propósito? Pra me deixar doido e com cara de bobo? - Perguntei sorrindo - Por que se for isso que está tentando fazer, então você está conseguindo. - Disse e mordi o lábio inferior tentando deixa-lo bobo também.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado
avatar


MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 1:58 pm

Encontro no Caldeirão Furado

Sorri ao ouvir o que ele disse - Não faço isso por que gosto de te deixar com cara de bobo, faço isso por que eu gosto de te ver com uma expressão que você faz quando ver meu sorriso, uma expressão de que ta encantado com algo, que está gostando muito de algo e eu gosto de saber que esse algo sou eu. - Respondi agora sério. Fiquei com água na boca quando ele mordeu seu lábio inferior demonstrando uma expressão sedutora - Você já conseguiu me deixar com água na boca com essa mordida no lábio. - Sussurrei no ouvido dele e vi ele ficar arrepiado. - Então, por que você mora sozinho?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caio Brandon McCarthy
Aurores
Aurores
avatar

Idade : 33
Localização : Londres
Mensagens : 11
Data de inscrição : 29/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 2:02 pm

Encontro no Caldeirão Furado

Ele respondeu minha pergunta com uma expressão séria e fiquei magnificado em ver como ele podia me deixar louco até quando está sério. - Você me deixa louco até quando está sério, David. - Disse sorrindo. Abri mais o sorriso ao ouvir ele dizendo que ficou com água na boca quando me viu mordendo o lábio inferior, mas ao mesmo tempo me arrepiei com ele sussurrando ao meu ouvido. - Que bom que te deixo assim! - Disse sério. Me entristeci um pouco ao ouvir ele perguntar por que eu morava sozinho, suspirei e disse - Meus pais, minha tia e minha namorada foram mortos por comensais da morte. - Disse e abaixei a cabeça triste. - Meu irmão mora na Espanha, ele é goleiro de Quadribol da seleção espanhola.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado
avatar


MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 2:05 pm

Encontro no Caldeirão Furado

Sorri ao ouvir o que ele dizia, fazia tempo que não conversava assim com uma pessoa, fazia tempo que não me dava tão bem com alguém, fazia tempo que não tinha uma conversa dessas, bom, acho que as conversas que tenho com meu irmão não conta, ele é meu irmão. Caio seria mais do que um conhecido ou um colega pra mim, se dependesse de mim ele seria mais do que um amigo, mais do que um melhor amigo. Achei ter estragado o momento quando ele se entristeceu ao me dizer sobre suas perdas, me senti um tremendo idiota, eu sabia o que ele estava sentindo - Eu te entendo, sabe, meus pais também morreram, meus pais e meus tios, a partir dai eu comecei a morar com meu primo e com meu irmão, eu tenho outros parentes, outros tios, converso com eles por carta, mas só por carta mesmo. - Disse e tentei pensar em algo que pudesse deixa-lo feliz novamente, então eu disse a frase mais besta que eu poderia imaginar - Você fica lindo até quando ta triste.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caio Brandon McCarthy
Aurores
Aurores
avatar

Idade : 33
Localização : Londres
Mensagens : 11
Data de inscrição : 29/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 2:08 pm

Encontro no Caldeirão Furado

Realmente ele me entendia, tinha perdido seus pais também e até seus tios, vi que ele se arrependeu de ter tocado no assunto e falou uma coisa muito boba. - Você fica lindo até quando ta triste - Cai na gargalhada ao ouvir aquilo e notei que muitas pessoas no bar olharam pra mim, porém, eu não consegui parar, quando parei, notei que David havia ficado um pouco constrangido com aquilo - Ah, não fica assim, me mostra um sorriso, aquele que eu gosto tanto. - Disse fazendo biquinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado
avatar


MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 2:13 pm

Encontro no Caldeirão Furado


Fiquei um pouco constrangido com a gargalhada que Caio deu, mas esqueci aquilo logo quando ele me pediu um sorriso, sorri para ele e disse - Já está um pouco tarde. Vou viajar amanhã e preciso arrumar minhas coisas - Disse um pouco desanimado em saber que ficaria quase um mês sem ver Caio. - Vou para França, depois Itália, Alemanha e por ultimo Áustria, sabe, vou começar a trabalhar em janeiro e quero aproveitar essas férias. - Pensei em algo estranho mas não achei nada de mais perguntar - Você não gostaria de ir? Eu ficaria muito feliz se você fosse comigo, meu irmão e meu primo vão ficar e teremos bastante tempo para conversarmos sozinhos.


Última edição por David Emannuel Ferrer em Qua Dez 04, 2013 2:29 pm, editado 1 vez(es) (Razão : O título ficou feio, tive que ajeitar.)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caio Brandon McCarthy
Aurores
Aurores
avatar

Idade : 33
Localização : Londres
Mensagens : 11
Data de inscrição : 29/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 2:16 pm

Encontro no Caldeirão Furado

Me entristeci um pouco quando ele disse que ia viajara amanhã, mal havia o conhecido e já íamos passar um bom tempo sem nos vermos - Nossa, vou sentir muita falta sua - Disse triste e ele me explicou que começaria a trabalhar em janeiro e que queria aproveitar as férias. Me entristeci um pouco com a notícia e vi pela expressão no rosto lindo dele que ele havia tido uma ideia, aquilo me assustou um pouco, ele havia me convidado para ir viajar com ele, para passar as férias com ele, só nós dois na França, Itália e Áustria, sozinhos, juntos. - Então acho que é melhor eu ir pra casa também arrumar minhas coisas. - Disse sorrindo - Essas serão as melhores férias da minha vida! - Disse sorrindo - Bom, acho melhor irmos agora. - Eu disse e quando ia se levantar, algo me impediu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado
avatar


MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 2:21 pm

Encontro no Caldeirão Furado

Sorri ao ouvir a resposta dele, ele havia gostado da ideia e disse que iria comigo, ele estava tão empolgado quanto eu estava agora, ele disse que era melhor nós irmos para casa arrumar as malas, porém, antes que ele se levantasse eu o puxei impedindo ele de sair da cadeira, me aproximei dos seus lábios e o beijei, ele pareceu assutado no começo a fiquei com medo dele me empurrar e sair do bar com raiva de mim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caio Brandon McCarthy
Aurores
Aurores
avatar

Idade : 33
Localização : Londres
Mensagens : 11
Data de inscrição : 29/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 2:24 pm


Encontro no Caldeirão Furado


Ele me puxou e não me deixou sair da cadeira, em seguida me beijou, me assustei com aquilo, mas retribui o beijo, fechei os olhos e desfrutei daquilo, era ótimo, uma sensação muito boa, ele beijava muito bem, foi um beijo intenso, foi um beijo apaixonado, dava vontade de nunca mais parar, dava vontade de nunca mais largar sua boca, ele acariciava meu rosto, passava as mãos pelos meus cabelos, eu apenas segurava seu queixo, a única coisa que conseguia fazer era retribuir o beijo e nada mais, o ar faltou, nos separamos, sorrimos, nos despedimos, demos um ultimo beijo e fui para casa arrumar a mala para viajar no dia seguinte.
(Saio do local)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado
avatar


MensagemAssunto: Encontro no Caldeirão Furado    Qua Dez 04, 2013 2:26 pm

Encontro no Caldeirão Furado

Meu coração explodiu de felicidade quando ele retribuiu o beijo, me senti nas nuvens, ele sabia beijar muito bem, ele me deixava maluco, ele sabia deixar alguém feliz mesmos endo sério, foi um beijo intenso, e foi maravilhoso, o local não era muito apropriado, mas para nós não importava onde estávamos, só importava que estivéssemos juntos, o ar faltou, nos separamos e sorrimos, nos despedimos e nos beijamos novamente, ele saiu do bar e foi para sua casa, eu estava ansioso pra viajar com Caio amanhã, será a melhor viagem da minha vida, com ele tudo é ótimo, tenho certeza disso, talvez seja perigoso já que ele é um Auror, mas eu sei que é ótimo. Fui até o depósito e percebi que não tínhamos bebido nada durante todo esse tempo no bar, então,s em mais delongas, desaparatei.
(Saio do local)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Dom Jan 05, 2014 7:50 pm

This Black
O Bar


Eu precisava tirar algunas problemas da minha cabeça , já que estava de folga do Ministério fui passar no Caldeirão Furado . Fui direto ao bar ( Não era muito fã de bebidas , mas no momento eu precisava )

Pedi uma bebida qualquer . Percebi que o bar estava cheio , tinha alguns velhos gritando , outros cantando , vi também uma jovem subindo com outro garoto "Aposto que vão para um quarto" . Percebi que não conhecia ninguem que estava ali , justo quando eu precisava falar com alguém .

Terminei uma bebida e já parti para outra .


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Dom Jan 05, 2014 8:15 pm


O Reencontro
Havia marcado de encontrar-me com Anna, minha colega de trabalho para conversarmos a respeito do ultimo duelo entre os comensais. Aquele tipo de serviço era cansativo, e eu agradecia a Merlin por não ter um contato direto com os indivíduos julgados.

Adentrei o bar que fora a principio o local escolhido pela própria Anna, e passando os olhos ao redor a sua procura notei que ainda não havia chegado. ''Atrasada como sempre'' Resmunguei em pensamentos e rolei os olhos indo em direção ao balcão. Particularmente não gostava daquele lugar e não entendia porque Anna o escolhera, assim que ela chegasse iria ter que me ouvir.

sentei em um banco alto de madeira que  formava uma fileira de frente pro balcão ao lado de alguns outros bancos. O bar em si estava cheio, as mesas e cadeiras quase todas ocupadas, o que me obrigou a ter que ficar no balcão mesmo. Pedi uma cerveja amanteigada pro rapaz de aparência estranha que atendia, e assim que a trouxe, bebi quase a metade da caneca percebendo que estava com cede; Ou talvez só estivesse tensa pelos ocorridos do dia a dia. -Talvez não tenha sido má ideia vir para cá afinal- Murmurei para mim mesma.

Dei mais um gole na cerveja notando pelo canto do olho um rapaz bebendo três vezes mais rápido do que eu. Parecia estar transtornado. Virei-me para ele e me surpreendi ao notar quem era. -Você..- Minha voz saiu falha e rouca, e podia jurar que estava pálida por tê-lo encontrado ali enchendo a cara daquele jeito. Deixei minha caneca de vidro sobre o balcão sentindo minhas mãos um pouco trêmulas. ''O que será que há de errado com ele?'' Fiquei intrigada, mas esperei que dissesse algo.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Dom Jan 05, 2014 8:43 pm

This Black
O Bar


Já estava na minha quinta bebida , o bar continuava da mesma maneira , gente gritando e cantado ! Aquilo me pertubou um pouco , não gosto de lugares com muita gente bebendo . Parei e olhei para mim mesmo "Eu estou bebendo!"larguei a caneca na mesma hora .

Não demorou muito para que eu voltasse a beber , bem mais rápido que antes , as pessoas a minha voltam estavam me olhando um pouco estranho "Tenho que parar!" pensei bem , tomei o restante na caneca e parei de beber ( Pelo menos por enquanto)

Demorou um pouco para que eu notasse uma mulher que tinha sentado ao meu lado , olhei atentamente "Muito bonita ... Acho que vou me aproximar.." ameaçei se aproximar da mulher , mas quando olhei mais uma vez percebi que a conhecia "Jéss?" fiquei paralisado por um momento , pensei em voltar para meu lugar fingindo não ter acontecido nada , mas já tinha se aproximado e ela ficou olhando para mim ... Até parecia um pouco assustada .

Me aproximei e murmurei no ouvido dela , enquanto ainda estava paralisada 'Eu não mordo... dei uma pequena risada . Ainda estava pensando sobre oque tinha acontecido com nós dois ... Torcia para que ela não estivesse brava ainda .


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Dom Jan 05, 2014 8:57 pm


O Reencontro
Olhei atentamente para Denyel que agora se aproximava de mim com um olhar um tanto suspeito. ''Onde está Anna que não chega?'' Fiquei irritada pelo ''bolo'' que estava levando de minha amiga. ''Ah, mas ela me paga!'' Apenas encarei o rapaz que agora estava perto o suficiente, e surpreendeu-me ao sussurrar em meu ouvido. Parei de respirar por alguns segundos tentando assimilar o que estava acontecendo ali. Um dia antes estávamos brigando feito cão e gato, e agora isso?!

Voltei a pegar minha caneca de cerveja amanteigada quando ele se afastou. Dei um gole antes de responder. -Hm.. Interessante.- Semicerrei os olhos encarando-o. -Não era isso que parecia ontem a noite.- Dei mais um gole em minha bebida tentando conter o nervosismo estúpido que estava sentindo. E estranhamente não era um nervoso de irritação. Odiava aquela instabilidade e não saber como agir diante de uma situação. 

-O que faz aqui, Sr. Vice-Ministro?- sussurrei o ''vice-ministro'' para não chamar atenção de qualquer pessoa ali presente. -Não devia beber desse jeito.- Comentei, deixando claro que eu o havia percebido antes mesmo dele me ver. Os olhos dele pareciam um pouco sombrios apesar do certo humor na hora de me cumprimentar com a brincadeirinha da mordida. Algo estava diferente naquele homem, e aquilo inconscientemente despertou minha curiosidade.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Dom Jan 05, 2014 9:14 pm

This Black
O Bar


Ela me lembrou sobre o dia anterior , eu não estava feliz por ter feito aqui 'Jéss , eu precisava falar com você sobre isso' coloquei a mão sobre o balcão 'Eu sinto muito pelo oque aconteceu ... Eu ... Eu não queria ter feito aquilo . Não queria ter te magoado. suspiro 'Estava pensando ... Precisamos parar de brigar toda vez que conversamos sorri no final da frase .

'O que faço aqui ? Tentando esquecer meus problemas...Arrumar uma esposa falo em tom brincalhão a ultima parte 'Brincadeira . Só tentando esquecer os problemas... . "Porque não deveria estar aqui?" , 'Não vejo problema nesse lugar . Bom na verdade esse lugar tem muitos problemas . Preciso sair as vezes observei que uma mulher não tirava os olhos de nos dois , desvio o olhar rapidamente . 'Mas e você ? O que faz aqui ? Sem trabalho no Judiciário? lanço um grande sorriso fazendo uns barulinhos no balcão com a mão , tudo isso era nervosismo.

Percebo os jovens que vi anteriormente descendo as escadas , o garoto tinha arranhões na cara , e parecia tentar esconder o rosto "Nem imagino o que aconteceu naquele quarto..." voltei o olhar para Jéss esperando sua resposta .


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Dom Jan 05, 2014 9:42 pm


O Reencontro
Terminei de beber minha cerveja amanteigada enquanto Denyel se explicava pelo ocorrido na noite anterior. Suas palavras pareciam sinceras, mas como sempre, eu tinha dificuldade de entende-lo. Coloquei a caneca de vidro sobre a mesa gesticulando com a cabeça para que o rapaz atrás do balcão me trouxesse outra. E rapidamente ele foi providenciar meu pedido. Não queria beber muito, mas se era para lidar com meus problemas em relação a Denyel, temia não conseguir fazer isso de ''cara limpa.''

O rapaz colocou outra caneca cheia a minha frente e abri um sorriso de canto em agradecimento. Logo, voltei minha atenção pro vice-ministro a minha frente. -Denyel.. Eu não sei o que acontece de errado com a gente que nunca conseguimos terminar uma conversa bem, e estou seriamente preocupada que a qualquer instante inicie-se uma briga aqui também.- Suspirei e tomei um gole da cerveja.

Apesar de tudo, ele permaneceu brincalhão, e a conversa mantinha um ritmo calmo e amigável. ''Que continue assim.'' Deixei a caneca sobre o balcão e me ajeitei no banco desconfortável. -Coincidência de mais que tenhamos nos encontrado aqui. Vim apenas encontrar-me com Anna para discutirmos um assunto do trabalho, mas parece que levei um bolo.- Rolei os olhos diante daquele fato. Ficaria com cara de idiota bebendo sozinha num bar, por sorte Denyel estava lá. Ou talvez não fosse sorte, não dava pra saber ainda.

Olhei na mesma direção que ele, e notei um casal descendo as escadas. O garoto tinha alguns arranhões e a menina vinha logo atrás dele, não deu para vê-la direito. Virei o rosto constrangida quando o olhar do garoto encontrou o meu. -Então, Deny. Conte-me mais dessa procura repentina por uma esposa..- Voltei a encara-lo dessa vez com uma expressão divertida.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Dom Jan 05, 2014 9:59 pm

This Black
O Bar


Tinha parado de beber , mas não achei certo ficar só olhando ela beber . Pedi uma bebida , quase pude notar um olhar estranho dela .
Estava preocupado com nossas brigas de verdade . 'Acho que não vai acontecer o mesmo aqui ...

Termino uma caneca e já parto para outra . 'Pobre Jéss , abandonada por sua amiga brinco com a situação . 'Ela deve aparecer a qualquer momento ... Ou não . Vi que a mulher que antes estava olhando para gente conversando com um homem ao lado , eles pareciam estar fofocando sobre eu e Jéss . "Que estranho"

'Procurando uma esposa? dou um gole na bebida na mesma hora , me fazendo engasgar 'Só estava brincando ... Não estou procurando uma esposa ... Mas estou aceitando uma. brinca na ultima parte . Começo a fita uma mulher atrás de Jéss , estava enconstada no balcão , com os dois braços apoiados no mesmo . Depois de uns segundos observando a mulher , voltei a olhar para Jéss. 'Acho que vou acabar passando uma noite aqui ... observa uma janela e ve que está bem escuro , 'E você? Vem sempre aqui? sorrio no final da frase , tentando deixar o menos clichê póssivel .

A pergunta indicou o fim de mais uma bebida , logo pedi outra , "Pelas minhas contas essa é a sexta..." eu já não estava muito sóbrio , mas continuava a raciocinar bem , eu não podia ficar bebado na frente de uma amiga de trabalho , ao meu ver ... Não seria bom para a minha imagem


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jéss Hans MacNeil
Adultos
Adultos
avatar

Localização : Escócia
Mensagens : 30
Data de inscrição : 10/12/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões: G$ 3.000
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Dom Jan 05, 2014 10:50 pm


O Reencontro
Percebi que Denyel não parava de olhar para uma mulher que estava atrás de mim, a mesma parecia retribuir as investidas e trocas de olhares. ''Oh, por Merlin.. Será que estou atrapalhando algo?'' Quando abri a boca para falar, fui interrompida por sua pergunta, e um sorriso bobo ao terminar. Não era possível que já estivesse bêbado. Na verdade era sim, eu mesma só havia tomado uma caneca e meia de cerveja amanteigada e já sentia-me um pouco tonta. ''Espero não aparatar no lugar errado na hora de ir embora'' Bebi o resto de minha cerveja depositando a caneca na mesa. Mas não pedi outra. Ia esperar passar um pouco daquela tontura.

Por um instante achei que ele estivesse paquerando a mulher atrás de mim e sentindo-me incomodada com aquela situação, aproximei-me um pouco mais dele e falei, basicamente sussurrei. -Denyel, se eu estiver atrapalhando algo, avise-me.. Não creio que a Anna vá aparecer, posso ir embora a qualquer momento.- Não queria mesmo atrapalha-lo, mas fiquei um pouco irritada quando o imaginei me dispensando para conversar com aquelazinha.

Esperava que se ele realmente estivesse afim da mulher, não fosse tão cara de pau pra me dizer. Seria falta de educação, mas a julgar pela quantidade de bebida que ele já havia ingerido, talvez ele nem se importasse com isso. Meu dia já havia começado estranho, mas aquela situação era extrema. Só de pensar que eu poderia estar aproveitando meu tempo com meu filho ou fazendo algo producente. ''O que estou fazendo aqui?'' Revirei os olhos em pensamento para mim mesma.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Denyel Alleyn Francovick

avatar

Idade : 37
Localização : Londres / Vanglorium
Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Perfil Escolar
Ano Escolar: Concluído
Galeões:
Saúde: Saudável

MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   Dom Jan 05, 2014 11:03 pm

This Black
O Bar


Ela parecia ter ficado um pouco constrangida ou algo do tipo por eu ter olhado para mulher Atrapalhando ? Não , não ... Olhar não mata ... eu não estava interessado na mulher , só olhei para o corpo dela , somente aconteceu.

Olhando ao redor percebo um homem de vestes formais olhando para Jéss , ele nem piscava "Ninguem merece..." lançei um olhar frio para ele , fazendo-o olhar para outro canto . Não tinha muita certeza porque tinha feito aquilo com o homem , algo me fez fazer aquilo. 'Acho que estamos atraindo olhares por aqui... brinco com a situação .

'Você vai amanha ao Ministério  ? Eu vou , nem deveria estar aqui a essa hora ... Mas acho que não terá problema já que não estou tendo muito trabalho ultimamente Parei um momento para observar os olhos de Jéss , que pareciam me chamar , estralei o pescoço e sai daquele 'encanto' .

Tomo mais uma cerveja , já estava ficando tonto . Percebi que o homem que fitou Jéss e a mulher que eu estava olhando sairem do bar indo em direção aos quartos . 'Esses quartos andam muito movimentados ... Eca! a frase veio acompanhada de duplo sentido , efeito das bebidas , tentava me controlar ao máximo.


Narração - Falas - Pensamentos - Outras Falas
With: Alone ♤ Where: MDD ♤ Title: Sign
Thank's for @Niro MDD



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Bar do Caldeirão Furado   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Bar do Caldeirão Furado
Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts :: Térreo-
Ir para: